Aloimune • Imunologia da Reprodução

71 3235-0958 • 99197-8344

Espaço Científico

Encontre conteúdos relacionados à área de Medicina Fetal, Imunologia da Reprodução e assuntos ligados a área de fertilidade em geral.
Home » Espaço Científico
Compartilhe:
concentrado-leucocitos

11 de setembro de 2015

Tratamento com concentrado de leucócitos

Publicação no Jornal Europeu de Contracepção e Saúde Rerpodutiva (Eur J Contracept Reprod Health Care) publicou artigo de pesquisadores chineses comprovando a eficácia do tratamento imunológico com o concentrado de leucócitos, mesmo sendo de mulheres não aparentadas.

Eur J contracpt Reprod Health Care. 2015 19 de maio: 1-10.
[Epub ahead of print]

Linfócitos de mulheres não aparentadas são eficazes para imunoterapia de pacientes com aborto espontâneo recorrente primário inexplicável: Uma análise retrospectiva dos resultados.

Liang X1, Qiu t, Qiu L, Wang X, Zhao A, Lin P.

Resumo

Objetivos: linfócitos alogeneicos de origem paterna ou fornecidos por um homem não aparentado têm sido utilizados para o tratamento de abortos espontâneos recorrentes. Poucos estudos, entretanto, têm examinado o uso de linfócitos do sexo feminino de terceiros. Nosso objetivo foi determinar se os linfócitos do sexo feminino de terceiros poderiam ser usados ​​para imunoterapia de mulheres com aborto espontâneo recorrente. Métodos: Neste estudo controlado com coorte retrospectivo não-randomizado, os registros médicos de pacientes com três ou mais abortos espontâneos que receberam imunoterapia com linfócitos de seu parceiro, um homem não aparentado ou de uma outra pessoa do sexo feminino, bem como aqueles que não receberam a imunoterapia, de 1996 a 2012, foram revistos. Todos os pacientes eram negativos para a reação de cultura mista de linfócitos (MLR) que bloqueia os anticorpos. A imunoterapia foi realizada em 302 pacientes em dois cursos, enquanto 53 pacientes não receberam imunoterapia. Resultados: As taxas de gravidez em pacientes que receberam linfócitos de seus parceiros, um terceiro homem ou de uma outra pessoa do sexo feminino, e naquelas não imunizados, foram 85,6%, 87,3%, 89,7% e 79,3%, respectivamente (p = 0,523); as taxas de nascidos vivos foram 87,3%, 75,8%, 84,6%, e 40,5%, respectivamente (p <0,001). Conclusões: Conclui-se que os linfócitos de terceiros, mesmo do sexo feminino podem ser utilizados para imunoterapia em pacientes com abortos espontâneos recorrentes.

PALAVRAS-CHAVE: A imunoterapia; Linfócito; Aborto espontâneo recorrente

Instagram
AV. Anita Garibaldi, nº 1555, Sala 105 - Centro Médico Garibaldi
CEP 40210-902, Salvador, Bahia
Telefax 71 3235-0958 / 99197-8344
Email: aloimune@aloimune.com.br
Responsável Técnico - Dr. Manoel Sarno - CREMEB - 13410
© Todos os direitos reservados - 2015 - CREMEB: 13410
Leadone